Automação Residencial

Alarme Residencial com 555

Eletrogate 23 de março de 202315 minutos

Introdução

Neste post, veremos projeto de alarme simples, que além da sua fácil montagem, requer componentes de baixo custo e alta disponibilidade. De certa forma, o circuito utilizado pode ser considerado de nível iniciante, no entanto, o presente artigo é destinado para qualquer entusiasta da eletrônica clássica! Trata-se de uma aplicação voltada para a segurança residencial, utilizando como contexto a abertura de portas e janelas. Para que a fiscalização ocorra, será necessário um componente muito utilizado em projetos de automação residencial, o reed switch, que basicamente é uma chave de fim de curso comutada por meio da aproximação de um imã. O modelo aplicado será o sensor magnético MC-38.


Funcionamento

Como já foi dito anteriormente, o circuito reservado para este artigo tem o intuito de avisar se uma porta ou janela foi aberta. Para permitir a distinção entre os estados de aberto e fechado, escolhemos um transistor com configuração PNP. Explicando de maneira simplória, os transistores são componentes semicondutores que podem atuar como chaves ou amplificadores, tendo a primeira opção em nosso projeto.

A lógica de funcionamento dessa primeira parte do projeto é muito simples, de modo que, quando a base do transitor estiver em nível digital baixo (porta aberta), o circuito é fechado permitindo passagem de corrente entre o emissor e o coletor, alimentando 555. A função do reed switch, fica na base do transistor, é dizer se o sensor foi ou não acionado, fazendo com que, quando o sensor estiver próximo ao imã, nada acontece, mas caso seja distanciado, o alarme dispara imediatamente, como veremos mais a frente. Entrando na parte principal do alarme, temos o famoso circuito integrado 555, que será utilizado no seu modo astável, que basicamente funciona como um oscilador, em outras palavras é o que os leigos chamam de “pisca-pisca”. Essa oscilação na saída servirá para acionar um buzzer com um certo intervalo, gerando aquela característica identificada em quase todos os alarmes residenciais.


Circuito

Segue abaixo o circuito elétrico:


Montagem e Demonstração

Para ficar mais fácil a compreensão de alguns detalhes que envolvem o circuito, vamos montar o projeto por partes. A primeira coisa que devemos fazer é configurar o sensor magnético como um botão com resistor de pull-down, para que, quando o imã se distanciar do sensor, o transistor irá entrar em saturação (ou seja, chave fechada), visto que sua base deve estar conectada ao sensor.

Para entrar na próxima etapa, é essencial para o prosseguimento da montagem que o 555 esteja configurado no modo astável. Com isso em mente, entramos na parte mais importante do nosso circuito, o disparo do alarme. Nessa etapa final, ligaremos o emissor do transistor ao Vcc e o coletor ao pino 8 do 555. Isso permitirá a alimentação do nosso oscilador, que terá, na sua saída (o pino 3), um buzzer, que realizará o sinal sonoro.

Abaixo, temos os vídeos do projeto em funcionamento:


Conclusão

Atualmente, com uma grande variedade de microcontroladores disponíveis no mercado, vem diminuindo cada vez mais a necessidade de utilizar componentes clássicos da eletrônica, como o 555 e o Contador Johnson. Ainda assim, existem aplicações que se mostram muito mais viáveis sem o uso de um microcontrolador, tornando mais preferenciais os componentes básicos e circuitos integrados, como o caso do projeto de hoje.


Sobre o Autor


Lucas Fernando

Técnico em Mecatrônica. Apaixonado por eletrônica e programação, sempre buscando aprender mais sobre o fantástico mundo da tecnologia.


Eletrogate

23 de março de 2023

A Eletrogate é uma loja virtual de componentes eletrônicos do Brasil e possui diversos produtos relacionados à Arduino, Automação, Robótica e Eletrônica em geral.

Conheça a Metodologia Eletrogate e Lecione um Curso de Robótica nas Escolas da sua Região!

Eletrogate Robô

Cadastre-se e fique por
dentro de novidades!