Guia do Sensor de umidade do solo e Sensor de chuva

Introdução

Algumas pessoas tem interesse em ter um pequeno jardim em casa ou alguns vasinhos no apartamento. Mas nessa vida agitada, nem sempre isso é possível. Se não cuidar das plantinhas adequadamente, o mais certo é que elas não sobreviverão.

Cada planta tem uma necessidade diferenciada de condição de habitat. Algumas precisam de umidade, outras precisam de mais sol. Outras nem precisam ser molhadas com tanta frequência, como o Cacto. E sobre irrigação, algumas precisam ter as folhagens molhadas, outras só podem ser irrigadas no solo.

O primeiro passo para ter plantas em casa é estudar sobre elas. Aprender como cuidar delas. Com a tecnologia atual, muita automação no cultivo das plantas poderá ser feita. Apesar que acho que muitas pessoas gostam de ter o contato com as plantinhas, para um momento de relaxamento e reflexão.

Mas imagine se tiver que fazer uma viagem de férias de duas semanas? Quem cuidará das suas plantinhas? Várias pessoas já perderam suas plantas, pois ficaram muito tempo sem ser irrigadas. Aí poderá usar a automação!

Nesse tutorial, pretendo introduzir a automação para irrigação de plantas com Arduino. Essa automação poderá ser usada para pequenos jardins ou então em uma plantação maior, desde que tenha mais sistemas de controle que não permitam falhas.

Sensor de umidade do solo

O sensor de umidade do solo mede basicamente a resistividade da terra. Se a terra estiver molhada, menor será a resistividade. E se a terra estiver seca, a resistividade será maior. O dispositivo que deverá ser enterrado no solo, consiste de duas superfícies metalizadas e isoladas uma da outra. A terra molhada sobre essas superfícies, permitirá a passagem de corrente. Essa corrente passando pela resistência do solo desenvolverá uma diferença de potencial (tensão) , que será medida pelo conversor ADC do Arduino (portas analógicas).

Quanto maior a tensão medida pelo Arduino, menor será a umidade do solo. No caso do solo úmido, a tensão deverá ser mais baixa.

A conexão entre o sensor YL-69 e o módulo comparador deverá ser feita com fios. Não existe polaridade nesses fios. Recomendo a soldagem desses fios e o isolamento com tubos retráteis (quando aquecidos). Como ficarão sujeitos à umidade e água, as conexões precisam ficar protegidas e isoladas. Acho que um pouco de cola quente, pode ser util também para proteger as partes sujeitas à corrosão (conexões).

O módulo comparador deverá ficar distante das plantas e protegido contra água e umidade.

Sensor de umidade do solo

O módulo comparador tem um potenciômetro que serve para ajuste da sensibilidade do sensor. Tem uma saída analógica (A0) e uma saída digital (D0). A saída analógica será usada para a medição da tensão no sensor de umidade. Existe um resistor de 10K ohms que conecta um dos pinos do sensor ao 5V. O outro pino do sensor está conectado ao terra (GND).

Já a saída digital corresponde à uma comparação de um determinado valor de tensão, feita por um amplificador operacional e ajustada pelo potenciômetro. Através de testes, você conseguirá determinar um valor de tensão (limite de umidade). Se variar para um valor menor do que o determinado, a saída digital (D0) mudará de estado de HIGH para LOW e o led D0 verde acenderá. Normalmente os potenciômetros já vem ajustados para a metade da tensão de alimentação do sensor.

O pino GND do módulo deverá ser conectado no terra do Arduino. E o pino VCC deverá ser conectado ao 5V, também do Arduino. Ao energizar o módulo, o led D1 verde irá acender.

OBS: alguns módulos amplificadores tem pinagem diferente. Faça as conexões de acordo com as instruções.

O diagrama abaixo é o do circuito do Módulo comparador.

Sensor de chuva

O Sensor de chuva tem o mesmo princípio de funcionamento do Sensor de umidade do solo. A diferença está na maior quantidade de linhas de detecção das gotas de chuva. Quando as gotas caem sobre a superfície do Sensor MH-RD, a resistividade do circuito diminui, portanto a tensão também. Quando a tensão estiver alta – sem chuva, tensão baixa – chuva !

O mesmo Módulo comparador poderá ser usado para o Sensor de chuva. Mas como montarei os dois sensores em um mesmo Arduino, será necessário um módulo comparador para cada sensor.

Recomendo também a soldagem dos fios de conexão do sensor e o isolamento com tubos retráteis (quando aquecidos). Como ficarão sujeitos à umidade e água, as conexões precisam ficar protegidas e isoladas.

Montagem dos Sensores com Arduino

Essa é a montagem do Sensor de umidade do solo e Sensor de chuva com o Arduino. Acrescentei um módulo de relé para acionamento de uma pequena bomba d’água para irrigação das plantas. Use o contato normalmente aberto do relé para controlar o circuito da bomba d’água.

O Sensor de umidade do solo deverá ser enterrado na terra do vaso ou do jardim. O sensor de chuva poderá ficar em um local próximo, mas deverá ficar inclinado num ângulo de 45 graus aproximadamente. Para que as gotas possam escorrer e secar, depois que a chuva parar. Os fios de conexões dos sensores deverão ser protegidos contra a água e umidade, como já havia informado.

Como nessa montagem, não estarei usando as portas digitais, não haverá necessidade de ajustes dos potenciômetros. O ajuste de detecção de umidade e de chuva deverá ser feito através da configuração de parâmetros no Sketch (programa). Através da tentativa e erro poderá fazer um ajuste mais preciso, mas as configurações já estão definidas para a metade da tensão de alimentação dos sensores.

O programa abaixo, monitora o Sensor de umidade do solo e o sensor de chuva à cada 5 segundos. Se o solo estiver seco e não estiver chovendo, o Arduino acionará o relé da bomba para a irrigação. Começa um contador de tempo e a cada seis horas se ambos sensores estiverem secos, a bomba d’água será novamente acionada.

A duração de tempo de acionamento da bomba d’água , deverá ser determinada através de testes. O tempo vai depender da quantidade de água que for bombeada para a planta. Recomendo o uso de uma pequena bomba d’água (talvez uma bomba de aquário).

Sketch (programa) – Arduino Sensor de umidade e Sensor de chuva

Sugestões interessantes

Se você quiser implementar um controle melhor das condições climáticas do seu jardim, sugiro que acrescente também uma monitoração da umidade e temperatura do ar . Veja esse tutorial :

Guia básico dos Sensores de umidade e temperatura DHT11 e DHT22

Para programar o horário de irrigação das plantas, poderá acrescentar um relógio RTC. Imagine irrigar somente na parte da manhã ou da noite, quando o clima é mais ameno !

RTC – Real Time Clock DS1302, 1307 e 3231

Se quiser sofisticar ainda mais, uma outra sugestão é criar um sistema de monitoração de todas as condições do jardim através de acesso remoto na WEB. Mas ai fica para um próximo tutorial.

Links interessantes

Guide for Rain Sensor FC-37 or YL-83 with Arduino

Guide for Soil Moisture Sensor YL-69 or HL-69 with Arduino

Sparkfun – Soil Moisture Sensor Hookup Guide

Se gostar ou tiver alguma dúvida,  deixe um comentário!

Rating: 5.0/5. From 2 votes.
Please wait...
Gustavo Murta
Gustavo Murta
Consultor e Projetista de Sistemas Embarcados. Técnico em eletrônica, formado em Curso superior de TPD, pós-graduado em Marketing. Trabalhou por muitos anos na IBM na área de manutenção de computadores de grande porte. Aposentou-se, podendo curtir o que mais gosta : estudar e ensinar Tecnologia. Hobista em eletrônica desde 1976. Gosta muito de Fotografia e Observação de aves.