Gravando programas no ESP-01 com o Adaptador USB

Introdução

 

O adaptador USB para ESP-01 é um dispositivo que faz a conexão do ESP-01 com o computador, fazendo a conexão USB-Serial de forma bastante simples e fácil, sem precisar de usar um FTDI e usando conexões complicadas. Tudo é bastante simples, só encaixar na placa e plugar no USB.

Imagem do adaptador USB para ESP-01

Se você não conhece o ESP-01, clique aqui e leia um pouco sobre esse componente.

Módulo ESP8266-01

O projeto do adaptador USB foi pensado para fazer a conexão do módulo com o computador para que através de um programa que faça uma comunicação serial RS232. O Termite é um exemplo de programas que faz essa conexão.

De fábrica o seu ESP-01 vem programado para funcionar em modo de comandos AT (Clique aqui para ver a lista de comandos), e através deste adaptador podemos dar comandos para o ESP-01 fazer várias configurações. Mas você pode perceber que neste modo há um problema de que o seu módulo depende de um outro processador para fazer as tarefas, funcionando como um módulo desse outro microcontrolador.

Existe um modo, que é mais interessante de se usar, que é usando o ESP-01 em Standalone, que faz ele operar parecido com um Arduino, com a vantagem de ser muito menor, com um poder de processamento maior, e com WiFi embutido, onde enviamos os programas diretamente a ele e ele toma as decisões. A desvantagem é a pouca quantidade de pinos, mas que pode ser o suficiente para alguns projetos.

Sem modificações no adaptador USB não é possível fazer com que os programas sejam enviados para o ESP-01, não sendo possível fazer ele funcionar em modo Standalone. Por sorte, fazer essas modificações é simples e fácil de fazer.

 

Materiais 

 

Para fazer a gravação de um programa simples, iremos precisar de:

 

Procedimentos

 

Para que o ESP-01 entre em modo de gravação de programas em UART (serial), precisa que na sua inicialização o pino GPIO0 esteja em nível baixo.

Crédito: theengineeringprojects.com

Por isso o adaptador não consegue fazer a gravação dos programas.

Para fazer essa adaptação, teremos que de alguma forma fazer com que GPIO0 esteja em nível LOW quando o módulo inicializar. Para isso, podemos fazer uma conexão física do GPIO0 direta ao GND.

Dessa forma, para poder controlar quando o adaptador deve estar em modo de gravação, podemos colocar uma chave gangorra conectando o pino GPIO0 e o pino GND para que em uma posição da chave seja para gravar os programas, e na outra posição o modo para monitoração e envio de comandos via RX/TX.

Diagrama da conexão que deve ser feita

Para fazer essa adaptação, podemos fazer de duas formas:

Resolução 1 – Soldando diretamente um fio nos pinos do adaptador, onde, a solda deve ser feita de maneira cautelosa para que não danifique o módulo.

 

Resolução 2 – Ou a outra forma de fazer é colocar um fio fino com a ponta de cobre diretamente dentro do conector fêmea, dessa forma:

E encaixe o ESP-01 por cima.

É importante que o fio seja realmente bastante fino, e que o encaixe seja feito de forma delicada, para não danificar nenhum dos componentes. Solde na ponta desses cabos a chave gangorra.

 

Gravando os programas

 

Para gravar os programas, coloque a chave gangorra na posição ON, e conecte o módulo no computador.

Se sua Arduino IDE não está preparada para lidar com placas ESP8266, abra esse tutorial e vá para a parte “Procedimentos para instalar NodeMCU na Arduino IDE”, onde irá ensinar como instalar placas baseadas em ESP8266 na sua Arduino IDE.

Após feita a instalação, selecione e “Ferramentas> Placa > Generic ESP8266 Module”

Para descobrir qual porta COM a sua placa está, consulte no Gerenciador de Dispositivos qual porta corresponde ao USB-Serial CH340.

Se caso não foi identificado nenhuma porta, instale os drivers do chip CH340G.

Para selecionar a porta, correta, vá em: “Ferramentas > Porta > COM16”

E assim a placa está pronta para ser gravada. O programa que iremos enviar é simples, onde irá enviar via serial um Hello World.

E para fazer a leitura, retire o adaptador da porta USB, coloque a chave gangorra em posição OFF e plugue novamente ao USB. Abra o monitor serial (Ferramentas>Monitor Serial) e observe o comportamento do programa.

Conclusão

 

Com este post podemos ver como fazer um procedimento para que o adaptador USB do ESP-01 possa ser usado para enviar programas pela Arduino IDE.

Com isso, você pode fazer programas para controlar os pinos embarcados na placa ESP-01, tendo em vista o seu pinout, você pode gravar programas para controlar o GPIO 0, 1, 2 e 3, e aproveitando de forma simples a conexão WiFi presente na placa.

Obs: se usar os pinos 1 e 3, você perderá a conexão serial com o computador, com isso não será possível usar o monitor serial.

Aproveite e adquira o Adaptador DIP para que a placa seja encaixada perfeitamente na protoboard, e facilitar o projeto.

Obs: A placa deve ser alimentada por uma fonte de 3.3 V e com pelo menos 500mA, para ter margem para acionar componentes.

 


 

Gostou do post? Deixe um curtir!

Comprou o adaptador e está usando o ESP-01 em seus projetos? Poste um vídeo no instagram e nos marque @eletrogate

Dúvidas, sugestões ou elogios, deixe um comentário!

Muito obrigado por ter lido até aqui!

 

Avaliação: 5.0/5. De 1 voto.
Espere por favor...
Gustavo Nery
Gustavo Nery
Cursando Engenharia de Controle e Automação pela UFMG. Apaixonado por eletrônica, computação e tecnologias na área de sistemas embarcados. Nos tempos livres me divido entre desenvolver pesquisa na universidade, adquirir novos conhecimentos e estar com a família.
Acesse nossa loja