Crie uma casa inteligente com o HomeBridge

 

Os dispositivos de casa inteligente estão cada vez mais presentes no cotidiano dos brasileiros, principalmente dos entusiastas da tecnologia, graças à constante redução de preços e inovação no espaço da internet das coisas. Além disso, a competição entre diversos ecossistemas como a Amazon Alexa, Google Home e Apple HomeKit dão origem à produtos cada vez mais competitivos.

Mas se você é usuário de iPhone e está tendo dificuldades para encontrar produtos que possam ser controlados usando a Siri ou aplicativo Home do iOS, ou se comprou uma aparelho inteligente e descobriu que ele exige outra plataforma, como a Alexa ou Philips, ficará feliz em descobrir que um projeto open source da comunidade Raspberry Pi permite que aparelhos de outras marcas, ou até mesmo hardware caseiro criado com uma Arduino, possam usar o protocolo HomeKit da Apple.

O nome do projeto é HomeBridge, e com ele, é possível criar um tradutor entre o HomeKit esperado pelos aparelhos da Maçã e qualquer outro aparelho inteligente no mercado. Alguns usuários criam até mesmo câmeras de segurança, do zero, usando componentes baratos e simples. Ficou interessado? Então confira nosso artigo sobre o HomeBridge rodando em um Raspberry Pi.

Um adendo importante antes de começarmos é que a ideia de uma casa altamente conectada com dispositivos inteligentes é muito motivadora, mas também pode expor dados importantes de câmeras e saúde para ataques de hackers e invasores. Por isso, é interessante usar uma VPN brasileira em sua rede antes de investir em um ecossistema de dispositivos inteligentes.

 

O que é HomeKit?

Introduzido pela Apple inicialmente apenas para aparelhos rodando o iOS, o HomeKit agora está aberto para outras empresas e plataformas, e consiste em uma série de protocolos de comunicação segura entre aparelhos de casa inteligente e uma central, como um iPhone, Apple TV ou computador.

O HomeKit garante que cada dispositivo funciona corretamente dentro de sua categoria, por exemplo, câmeras terão a capacidade de fornecer vídeo, e lâmpadas poderão receber comandos de voz para ajustar sua intensidade. Além disso, o sistema garante a comunicação segura e autenticada entre os aparelhos, apesar de não garantir a segurança da rede.

Ao comprar aparelhos inteligentes, é preciso procurar nas informações do produto se a compatibilidade com o HomeKit é garantida, o que muitas vezes não é verdade. E é ai que o HomeBridge entra como solução.

 

Conhecendo e usando o HomeBridge

O HomeBridge é, essencialmente, um servidor escrito em Node JS que será instalado em um Raspberry Pi conectado à nossa rede. O Pi será responsável por traduzir comandos dos dispositivos no protocolo HomeKit, aumentando drasticamente as possibilidades para os usuários.

Para instalar o HomeBridge, iremos utilizar uma sucessão de comandos no Raspberry Pi, em uma janela do terminal:

 

  1. sudo apt-get update
  2. sudo apt-get install libavahi-compat-libdnssd-dev
  3. sudo npm install -g  –unsafe-perm homebridge
  4. Homebridge
  5. sudo apt-get install wiringpi
  6. sudo npm install -g homebridge-gpio-wpi2

Agora, temos uma instalação do HomeBridge capaz de ser executada em segundo plano, e que também pode interagir com os pinos GPIO do Raspberry Pi, permitindo a integração com sensores, periféricos, e até mesmo placas Arduino.

Após a instalação, é necessário mudar as configurações do HomeBridge para que ele seja exposto ao aplicativo Casa do iPhone dentro de sua rede, controlando sua casa com a Siri ou botões nativos do próprio iOS.

 

O que fazer com o Homebridge?

Uma vez configurado, as possibilidades são inúmeras. Como o HomeKit é preparado para lidar com fechaduras eletrônicas, lâmpadas, ventiladores, sensores de umidade e temperatura, câmeras automáticas, sensores de presença, tomadas, e até alto-falantes, todas essas categorias de dispositivos podem ser controladas usando o HomeBridge.

Uma sugestão interessante é construir seu próprio sensor de presença, usando uma Arduino e os módulos NodeMCU, sensor HC-SR501 e o sensor DHT11, que podem te alertar quando alguém estiver na frente de sua casa, por exemplo.

Sites como o Instructables, a Wiki do HomeBridge, e até Pinterest, contém uma série de projetos completos seguindo essa ideia, e muitos brasileiros já publicaram suas próprias engenhocas.

Agora você já tem um contato com o HomeBridge, projeto que permite que qualquer dispositivo seja controlado por voz ou iPhone usando o protocolo HomeKit. Gostou? Então confira como criar dispositivos inteligentes para a Alexa.

Avaliação: 5.0/5. De 3 votos.
Espere por favor...
Kadu Penuela
Kadu Penuela
Especialista de Inbound Marketing e autor na Techwarn Brasil - Cuidado! Infectado com as últimas notícias sobre tecnologia e gadgets
Acesse nossa loja